Blog

Dentistas em Curitiba especializadas em Próteses dentais, Ortodontia (aparelhos), Lentes de contato dentais. Odontologia estética e tratamentos faciais.

Escovar bem os dentes não exige muito tempo, mas ajuda a manter os dentes saudáveis por toda a vida

Uma escovação adequada deve durar, no mínimo, dois minutos. A maioria dos adultos não chega nem perto desse tempo

Para escovar bem os dentes, você não precisa mais que 120 segundos! Contudo, a maior parte dos adultos não chega nem perto desse tempo no procedimento. Faça uma experiência usando um relógio na próxima vez. Escove-os com movimentos suaves e curtos, com especial atenção para a margem gengival, para os dentes posteriores, difíceis de alcançar, e para as áreas situadas ao redor de restaurações e coroas. Concentre-se na limpeza de cada setor da boca, da seguinte maneira:

– Escove as superfícies voltadas para a bochecha dos dentes superiores e, depois, dos inferiores
– Escove as superfícies internas dos dentes superiores e, depois, dos inferiores
– Escove as superfícies de mastigação
– Para um hálito puro, escove também a língua, local onde muitas bactérias ficam alojadas

 

Escovar os dentes é muito mais complexo do que parece. Confira abaixo dicas complementares valiosas para manter seus dentes saudáveis:

Enxaguar muito os dentes não é bom

Enquanto a maioria das pessoas pensa que é importante enxaguar muito bem após a escovação, os especialistas discordam. O correto é fazer o bochecho, cuspir, mas não lavar. Assim o flúor ainda permanece nos dentes por trinta minutos, protegendo-os.

Não escove logo após as refeições

Comer e ir direto para o banheiro escovar os dentes não é o mais indicado, ao contrário do que se imagina. É importante esperar trinta minutos, pois alimentos e bebidas ácidas, como o suco de laranja, deixam o esmalte do dente vulnerável à erosão.. Eis o porquê da espera: é necessário esperar que o pH da boca se equilibre novamente antes de escovar. Se não for possível esperar, é melhor ingerir bebidas mais alcalinas, como leite, que vão auxiliar na neutralização do ph bucal.

Escovação forte danifica os dentes

Muitos acreditam que, para limpar adequadamente, é necessária a aplicação de força na escova. Mas isso é um grande engano. Os dentes podem ser danificados pela abrasão. Uma escova com cerdas macias reduz a abrasão. Mesmo assim, proceda suavemente.

Evite comer a todo momento

Comer petiscos várias vezes ao longo do dia pode levar a problemas de saúde bucal . É que, uma boca normal, temos um nível de pH que é neutro. Quando comemos, os níveis de pH caem e tornam-se bastante ácidos, o que leva a problemas no esmalte. A saliva leva cinco minutos para fazer seu trabalho e restaurar o equilíbrio. Se você come a todo momento, cria um ambiente ácido por mais tempo, aumentando as chances de danos.

Escovação integral

Há quem escove apenas a parte da frente dos dentes só porque é ela que fica visível ao sorrir e falar. Mas a placa se acumula na parte de trás dos dentes também, assim como na parte de cima e dos lados.

Escovar no chuveiro dispersa a atenção aos dentes

Escovar os dentes no chuveiro pode parecer uma ótima forma de otimizar o tempo, mas também é um erro, porque significa menos foco no processo de escovação. Melhor é usar o espelho (da pia) para que você tenha maior consciência do que está fazendo. É preciso verificar o ângulo da escova e ter certeza que ela está na posição correta.

A escova mais adequada

A maioria dos dentistas concorda que a escova dental de cerdas macias é a melhor para a remoção da placa bacteriana e resíduos alimentícios. As escovas com cabeças menores também são mais adequadas, porque alcançam melhor todas regiões da boca, como, por exemplo, os dentes posteriores, mais difíceis de alcançar.

Com o tempo as escovas perdem a eficiência. Troque sua escova de dentes a cada três meses ou quando perceber que ela começa a ficar desgastada. Além disso, é muito importante trocar de escova depois de uma gripe ou resfriado para diminuir o risco de nova infecção por meio dos germes que aderem às cerdas.

Fio dental

O uso do fio dental não tem segredos. Utilize entre dezoito e vinte e quatro centímetros de fio. Amarre as extremidades em seus dedos indicador e médio. Segure-o de forma apertada em volta de cada dente em forma de “c”. Mova o fio dental de volta e para frente em um movimento de empurrar e puxar, para cima e para baixo, contra o lado de cada dente.

Minientrevista com a especialista em ortodontia, Dr.ª Juliana Chioquetta

A diferença entre os diversos cremes dentais, à exceção dos medicinais e funcionais, como os que reduzem a sensibilidade ao gelado, existe mesmo?
JC – Hoje existem diversos cremes dentais disponíveis no mercado. Para saber qual a mais indicada no seu caso, pergunte ao seu dentista, que ele pode lhe orientar, qual delas vai ser melhor para você. É possível obter muitos benefícios desses produtos bucais, quando utilizados da maneira correta.

Os alimentos retidos entre os dentes iniciam uma fermentação, depois de certo tempo. Isso dá início às cáries e outras complicações. Qual o tempo máximo que podemos ficar sem escovar os dentes e usar o fio dental depois de comermos?
JC – O ideal é realizar as escovações após todas as refeições, mas como isso se torna inviável, recomenda-se realizá-las depois das principais refeições, ou seja, três vezes ao dia. Para garantir uma boa higienização se faz necessário o uso do fio dental acompanhado da escovação dos dentes e da língua.

 

Conteúdo de:

Fonte 1 | Fonte 2

Tags: , ,

Edifício GV Office Center

Av. Presidente Getúlio Vargas, nº 3620 - sala 501 · Curitiba/PR

(41) 3618-6068 · (41) 3618-6067

×