Blog

Dentistas em Curitiba especializadas em Próteses dentais, Ortodontia (aparelhos), Lentes de contato dentais. Odontologia estética e tratamentos faciais.

Ortodontia em crianças e adolescentes: dicas valiosas

As férias são um bom momento para fazer uma avaliação ortodôntica do seu filho e garantir que não haja problemas com a dentição no futuro

É muito importante checar como está a saúde bucal do seu filho, realizando o diagnóstico, a prevenção, assim como a correção de eventuais problemas nos dentes das crianças desde muito cedo. A ortodontia na infância e adolescência tem lugar importante. Recomenda-se que a criança passe por uma avaliação ortodôntica aos sete anos de idade, quando geralmente estará na fase de troca dos dentes anteriores. Antes disso, a avaliação só é recomendada se houver algum problema específico que justifique. Nesses casos o paciente será encaminhado ao ortodontista pelo seu odontopediatra. Aproveite o intervalo das férias para fazer uma avaliação da dentição dos seus filhos.

Aos sete anos já é possível realizar algumas intervenções quando necessário, evitando problemas maiores na adolescência

Os ortodontistas podem diagnosticar precocemente pequenos problemas com o crescimento da mandíbula e dos dentes permanentes não irrompidos, enquanto os dentes de leite (decíduos) ainda estão presentes. A maioria dos pacientes começa o tratamento corretivo (com aparelho fixo convencional) após a troca dos últimos dentes de leite, por volta dos doze anos de idade. De acordo com a especialista em ortodontia, Dr.ª Juliana Chioquetta, “nessa idade já é possível realizar algumas intervenções quando necessário, evitando problemas maiores na adolescência”.

O que causa o problema ortodôntico?

Fatores genéticos, em uma boa parte, são os causadores dos problemas de oclusão, mas também há os maus hábitos e fatores ambientais. Os apinhamentos (falta de espaço para acomodar os dentes) e diastemas (espaços entre os dentes) são alguns exemplos de problemas genéticos. Também existem as protrusões (dentes ou ossos da maxila ou mandíbula muito para a frente) e dentes extranumerários ou ausência do dente.

A sucção do polegar é um hábito que predispõe o paciente à contaminação, levando às cáries e doenças periodontais, podendo ocasionar a perda do dente e problemas na oclusão

Há os fatores ambientais como, por exemplo, o hábito de sucção do polegar, que leva à má oclusão: contato irregular dos dentes de uma arcada com a outra. Outros fatores que levam à má oclusão são o hábito de roer as unhas, má postura (que pode provocar mordida cruzada) e deglutição atípica, quando a língua fica em posição incorreta durante o ato de deglutir.

A sucção do polegar é um hábito que predispõe o paciente à contaminação, levando às cáries e doenças periodontais, inclusive a perda do dente. “Esses hábitos, que são muito comuns na infância, podem gerar grandes problemas na oclusão, como mordida aberta, palato profundo e atrésico, mordida cruzada e levar a uma respiração bucal. Por isso é muito importante consultar um Ortodontista para intervir nessas disfunções o mais cedo possível, para que elas não se agravem e fiquem mais difíceis de tratar”, explica a especialista em ortodontia.

Adolescentes

Os adolescentes têm seus problemas odontológicos típicos, caracterizados por uma fase de mudanças físicas, emocionais e sociais. Ocorrem modificações nas relações sociais, na família, na escola e na comunidade. Os jovens vivenciam um processo contínuo de busca de autonomia e independência. É normal sofrerem traumas odontológicos em incidentes e ficarem desesperados, caso um problema estético odontológico venha a ocorrer.

Um dos problemas frequentes, que afetam a dentição dos adolescentes, é o aparecimento do siso ou terceiro molar. Quando seu crescimento é bloqueado, interrompido, pode ser muito doloroso. Há possibilidade de haver inflamação dos tecidos moles adjacentes e uma progressão para infecções mais graves.

Traumatismos

Outro problema recorrente entre os adolescentes são os traumatismos. Eles são causados por ações mecânicas ou agentes externos rápidos, violentos, imprevistos, acidentais. Há diversos tipos de traumatismos que podem ocorrer com adolescentes por conta da prática de esportes, brigas, quedas e coisas assim. O importante é que todo traumatismo deve ser tratado como uma situação de emergência.

Todo traumatismo deve ser tratado como uma situação de emergência

A adolescência é um período crítico pela mudança biológica e psicológica, sendo uma das mais importantes etapas da vida para incorporação de aspectos formativos, atitudes e comportamentos, com consequências para o ciclo vital do ser humano. Sob a ótica emocional, dentes tortos, quebrados ou cariados podem comprometer a estética e a imagem corporal, principalmente quando afetam os dentes anteriores da arcada superior (maxila). Sob o ponto de vista social, este fator contribui para a exclusão do mercado de trabalho e impedem o acesso ao serviço militar, além de ser uma das causas de absenteísmo à escola e ao trabalho.

Aqui na FaceArt nossa equipe está preparada para atender crianças a partir de 7 anos e adolescentes, mantendo a saúde bucal de seu filho(a) em dia.

 

Conteúdo de:

Fonte 1 | Fonte 2 | Fonte 3

Tags: , ,

Edifício GV Office Center

Av. Presidente Getúlio Vargas, nº 3620 - sala 501 · Curitiba/PR

(41) 3618-6068 · (41) 3618-6067

×